JEANS, O CLÁSSICO DA VIDA

Olá, Brasil!
Como falei no post anterior, hoje falaremos sobre um item que todos tem e que dá pra usar em qualquer ocasião. O famoso jeans, peça indispensável no guarda-roupa, surgiu lá no século XIX quando acontecia a corrida pelo ouro nos Eua, onde os mineradores trabalhavam muito e estavam sujeitos a qualquer situação, portanto precisavam de roupas que fossem resistentes para o trabalho pesado das minas. Em 1853, o Levi Strauss, um vendedor de lonas que encontrava-se numa crise pela saturação do mercado e sem conseguir vende-las ele passou a procurar um novo uso pro produto. Após observar e perceber que os trabalhadores das minas tinham que substituir frequentemente as roupas por não serem adequadas ao trabalho pesado e por isso se desgastavam com facilidade, ele decidiu confeccionar com a ajuda de um alfaiate suas primeiras calças com a lona que não conseguia vender.
O sucesso foi imediato devido ao alto poder de resistência, entretanto ele teria ainda que buscar um tecido que fosse tão resistente quanto, mas que fosse confortável também.       O tecido de algodão vinha da região de Nimes, na França e era usado pelos marinheiros genoveses.  Era uma roupa que tinha a modelagem fora do padrão das medidas do corpo, algo que se moldava ao quadril, cintura e pernas.
Em 1872, finalmente Levi Strauss registrou a patente de sua invenção. Mas ainda faltava o alfaiate Jacob Davis, um personagem fundamental para essa história, foi com ele que Strauss entrou em sociedade e com quem criou o modelo que conhecemos hoje, justo com cinco bolso e rebites de metal nos pontos de maior tensão (five pockets)
Finalmente no século XX o jeans foi inserido no nosso dia-a-dia. Na década de 30 ele começou a ganhar popularidade com os cowboys norte-americanos nos filmes de western. Os soldados dos EUA durante a segunda guerra mundial utilizavam seus uniformes confeccionados com o Denim, o que agregou uma imagem de virilidade. Após a vitória dos aliados o jeans ganhou o continente europeu.
O denim transformou-se no artigo de moda mais popular e democrático existente. Foi na década de 50 juntamente com o cinema que ele ganhou ainda mais força, onde era símbolo de rebeldia, no filme “Juventude transviada”, o ator James Dean apareceu fazendo o papel de um jovem rebelde Jim Stark, usando a clássica combinação: calça jeans e camisa branca. Além de Dean, tiveram vários outros famosos como, Elvis Presley que contribuíram para que o artigo se disseminasse entre os jovens da época, que teve sua imagem intrinsecamente ao rock. A imagem de rebeldia ligada ao traje foi tão forte que proibiram o uso dele nas escolas e em lugares como restaurantes e cinemas. Logo depois, Marylin Monroe começou a usar o jeans com apelo sensual. Depois vieram os beattles, Bob Dylan e Jimi Hendrix, e o jeans sempre se colocando como peça chave no visual jovem.
Na década de 70 era a vez dos hippies. Adotaram o tecido como peça essencial do visual largado e mais uma vez fazendo parte da cultura jovem. Eles também trouxeram a ideia de customização das peças, feitas por artesanais que logo entrou no processo industrial. Como uma peça funcional e barata e o jeans inicia sua globalização e é inserido nas indústrias europeias que transformou e aprimorou o desing e o acabamento, tornando-se referencia na produção do artigo da moda.
A primeira vez que o jeans subiu nas passarelas foi nos anos 70, durante o desfile de Calvin Klein. O estilista foi pioneiro em usar o jeans na alta costura e foi bastante criticado pelos conservadores da época.  Aos poucos outros estilistas adotaram o jeans, por perceberem a versatilidade e expressão que o tecido tem.
O queridinho atravessou o século XX sofrendo diversas transformações, resistindo a tendência e modismos, propagando estilos e transformando-se no maior fenômenos já visto na história da moda. Embora sofra alterações nunca perde a essência e ao longo dos anos, ele permanece vestindo homens, mulheres e crianças.
Amanhã ainda falaremos sobre o jeans, mas nas tendências de 2016.

XOXO
 
Levi Strauss


MineradoresAnos 90

Cowboys dos anos 30 - 40
Anos 30
Anos 60




Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.